Estudar em ambiente multicultural - 4 benefícios

Estudar em ambiente multicultural permite a convivência com diferentes culturas, experiências e valores. A Educação é o meio por excelência para promover a mudança, criar inovação e fomentar a desconstrução de estereótipos. O acesso a uma educação multicultural tem inúmeras vantagens para o desenvolvimento de competências do estudante e, por consequência, da própria sociedade.

Estudar internacionalmente é para muitos jovens uma ambição. Para outros pode ser uma consequência de razões político sociais, que os fazem sair do seu país de origem. Contudo, o acesso a uma educação multicultural pode estar ao alcance de todos, na medida em que o acolhimento de estudantes de outros países é hoje uma realidade na maioria das escolas e universidades de todo o mundo.

Independentemente da situação é benéfico, para quem acolhe e para quem é acolhido, que se estabeleça a conexão entre estudantes e, entre estes e toda a comunidade.

Destacamos quatro benefícios de estudar em ambiente multicultural:

• Desenvolvimento da tolerância, da aceitação e capacidade de relacionamento interpessoal (softskills): a convivência entre pessoas com diferentes culturas, experiências e valores é enriquecedora para o desenvolvimento pessoal, promovendo a tolerância e a aceitação da diversidade. Entre outros aspetos, fortalece a capacidade de relacionamento interpessoal, na medida em que, por vezes, é necessário encontrar novas formas de comunicar para conseguir ser aceite e atingir os objetivos.  

• Desenvolvimento da criatividade, flexibilidade e sentido crítico: uma educação multicultural proporciona também o contacto com novos estímulos e novas perspetivas que, por sua vez, potenciam a criatividade na resolução de problemas. É comum gerarem-se soluções inovadoras a partir do contributo de diferentes visões acerca de um problema. Promove também uma maior flexibilidade e a desconstrução de estereótipos. Neste caso, mais é mais e a sociedade em geral e o mercado de trabalho em particular, valorizam pessoas capazes de integrar diferentes perspetivas.

• Aprendizagem de novos idiomas: o contacto com estudantes internacionais é, sem dúvida, uma oportunidade para aprender e praticar novos idiomas. Quando nos relacionamos com estudantes de outros países devemos estar recetivos a aprender a sua língua nativa. Por outro lado, é desejável que quem acolhe promova também a aprendizagem da língua do seu país, na medida do possível e sem dificultar a integração.

• Melhor integração no mercado de trabalho: o mercado de trabalho é global. É comum termos pessoas de diferentes nacionalidades a trabalhar nas mesmas organizações. O facto de conhecermos vários idiomas, diferentes culturas, bem como a networking que se cria a partir dos intercâmbios escolares e do estudo em ambiente multicultural, são aspetos facilitadores de uma melhor compreensão do outro e, por conseguinte, de podermos criar as condições para que as pessoas se sintam bem integradas e respeitadas nas organizações. As empresas e instituições valorizam pessoas que promovem ambientes de trabalho inclusivos, tolerantes e saudáveis, que potenciam a evolução profissional.


Na Ditame, damos o nosso contributo para a Educação através da Orientação Vocacional de jovens estudantes nas suas opções de percurso escolar e/ou académico, tendo em conta o respeito pelos seus interesses, motivações, valores e caraterísticas singulares, de modo a fazerem escolhas mediante a sua própria visão do mundo.

 

Fontes:
https://www.ditame.com/blog/detalhe/dez-competencias-futuro-empregos
https://www.ditame.com/blog/detalhe/tres-aspetos-que-potenciam-a-sua-evolucao-profissional
https://www.ditame.com/blog/detalhe/fazer-erasmus
https://www.ditame.com/blog/detalhe/saidas-profissionais-na-area-das-linguas
https://www.ditame.com/blog/detalhe/orientacao-vocacional

 

Localização