Dia da Mulher

A Ditame deseja um Feliz dia da Mulher!

O Dia Internacional da Mulher, comemorado anualmente a 8 de março, lembra as conquistas das mulheres na luta pelos seus direitos e contra o preconceito, ao longo da história.

A data foi proposta por Clara Zetkin, uma feminista alemã, durante a II Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, em 1910.

A data de 8 de março foi escolhida na sequência da manifestação "Pão e Paz" realizada por mais de 90 mil operárias russas em 1917, que exigiam melhores condições de vida.

A ONU reconheceu o Dia Internacional da Mulher na década de 70.

Infelizmente, em muitas partes do mundo, ainda existe o preconceito relacionado com as mulheres:

Discriminação no mercado de trabalho:mulheres continuam a ter que se debater com as desigualdades no mercado de trabalho, no que respeita a salários, promoções e oportunidades de liderança.

Assédio sexual: frequentemente vítimas de assédio sexual, seja no trabalho, na rua ou em casa, como por exemplo comentários inapropriados, toques indesejados, coerção e até mesmo agressões sexuais.

Estereótipos de género:as mulheres são frequentemente percecionadas como menos capazes e menos inteligentes do que os homens. Habitualmente, o estereótipo de género, afeta as mulheres a tarefas de menor responsabilidade, bem como tende a assumir que são responsáveis pelas tarefas domésticas e por cuidar dos filhos.

Violência doméstica:as mulheres são frequentemente vítimas de violência doméstica, incluindo abuso físico e emocional por parte dos parceiros. Em Portugal, no ano de 2022, foram mortas 22 mulheres, vítimas de violência doméstica.

Falta de acesso à educação e à saúde:as mulheres têm menos acesso à educação e aos cuidados de saúde, comparativamente aos homens, limitando este facto as oportunidades de carreira e a capacidade de tomar decisões informadas sobre a sua saúde e bem-estar.

É importante reconhecer os preconceitos em relação às mulheres e trabalhar no sentido de os superarmos, promovendo a igualdade de gênero, a equidade e a justiça para todas as mulheres.

Localização